Ser professor de Matemática em meio a uma Pandemia

Por Maria das Graças Mendes

Resumo: O texto faz um desabafo acerca do Educação Matemática, especificamente no que tange ser Professor de Matemática em Meio a Pandemia Covid-19. “Desculpe-me pelo textão e pelo desabafo”

Hoje, 06 de maio, comemoramos o Dia Nacional da Matemática, em homenagem a Malba Tahhan, para muito algo comum e corriqueiro, ou até mesmo alguém que nunca tece o reconhecimento que sempre mereceu.

Mas para nós, professores de matemática, é algo que deve ser celebrado, afinal é sobre nós que estamos falando. Afinal, quem nunca ouviu em sala de aula: “Matemática é a pior matéria”. “Como matemática é difícil”. “Pra que serve?”

Agora vocês podem entender o porquê de tudo isso. Já que tudo é baseado em dados matemáticos – aqui valorizo sim a estatística e a sua importância para entendermos o que de fato está acontecendo mundialmente. Dados são apresentados constantemente sobre o avanço da pandemia e ainda assim pessoas são capazes de dizer que a matemática necessária seria apenas as 4 operações. Também atribuo respeito a funções, pois é através dela e associada à estatística que podemos entender e interpretar gráficos sobre crescimento e avanço da pandemia e também sobre o seu desaceleramento.

Obviamente para a grande maioria, pra que serve todas as informações? Para nada, afinal você está preocupado apenas com o seu bolso, seu salário e aqui, mais uma vez, estamos usando a matemática através da educação financeira, e para muitos de vocês é uma matéria corriqueira e que muito falam e usam de forma pejorativa.

Há 16 anos eu decidi ser professor, e pasmem, escolhi ser professor de matemática. Profissão essa que sempre foi menosprezada pela sociedade e quando falamos que somos professor de matemática aqui sim, dobram os comentários pejorativos e a chacota. Mas quer saber de uma coisa, tenho orgulho de ser PROFESSOR DE MATEMÁTICA em meio a uma pandemia, pois uso tudo o que aprendi na vida e na minha carreira para desmistificar o monstro que meus alunos associam a minha matéria. Afinal se não for eu o responsável por fazer a desmitificarão desse monstro, quem vai fazer.

Uma vez li uma frase de Platão que dizia: “Os números governarão o mundo.” E analisando essa frase, de fato os números governam o mundo e essa pandemia está aí para nos mostrar isso.

A realidade de nós professores, em meio a isso tudo, é dolorida. Somente quem convive com a gente sabe o quanto estamos sofrendo com tudo isso, aulas gravadas, edições de aula; para que possamos transmitir o conhecimento de uma forma consciente para o seu filho que está dentro de casa, sem que ele tenha um déficit de aprendizagem.

Se dentro da sala de aula, já temos inúmeras dificuldade em ensinar o conteúdo de matemática, imagine online, sem a presença física do professor. E mesmo assim temos buscado fazer o melhor nesse momento, nos desdobramos em meio a um mundo cada vez mais tecnológico para produzir conteúdos com responsabilidade e ainda temos que inovar nesse processo, pois afinal precisamos prender a atenção do aluno e fazer com que ele aprenda.

Então antes de assustar o seu filho com os seus próprios traumas, pense no trabalho que nós Professores de Matemática temos que realizar diariamente e não transmita a criança toda essa frustração.

Afinal só queremos que a interpretação numérica seja realizada de forma consciente, clara e coesa.

Aos meus colegas de profissão, parabéns pelo desempenho diariamente no meio dessa pandemia. Aos professores de matemática, o meu respeito e admiração diária por fazer algo que transcende a imaginação de muitos.

Fonte: Facebook da Autora

Valdivino Sousa é Professor, Matemático, Pedagogo, Contador, Bacharel em Direito, Mestrado em Ciências da Educação Matemática e Escritor. Criador do método X Y Z que facilita na aprendizagem de equação e expressão algébrica com objetos ilustrativos. Docente nos cursos de Matemática, Ciências Contábeis, Administração e Engenharia. Autor de mais de 15 livros e têm vários artigos publicados em revistas e jornais especializados. Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em Equações Diferenciais Parciais, Matemática Computacional e Engenharia Didática, atuando principalmente nos seguintes temas: métodos numéricos, equações diferenciais, modelagem, simulações e didática no ensino de Matemática. Além da Matemática atua há mais de 20 anos em Contabilidade e desde 2005 é Contador responsável da Alves Contabilidade. Outras atividades: Programador Web, Estrategista de Conteúdo e mídias digitais, Blogueiro Mtb 60.448. Semanalmente escreve para o portal D.Dez, Jornal da Cidade e Folha Online. Sobre: Comportamento, Educação Matemática e Desenvolvimento da Aprendizagem. E-Mail: valdivinosousa.mat@gmail.com Whatsap: 11 – 9.9608-3728

Marcado com: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*